A venda da Rádio Voz  Entroncamento a um grupo empresarial pode estar em vias de ser concretizada. Contudo o presidente da estação, Manuel Barroso Tavares, em declarações ao Jornal Torrejano, afirma que nada está ainda definido. O presidente da direcção da Rádio Voz Entroncamento, Sociedade Radiofónica Lda, não escondeu que houve um contacto com um intermediário de um grupo de comunicação. ”Nunca tínhamos pensado em vender a rádio mas se aparecer uma boa proposta estamos disponíveis para a discutir”, concluiu.

São já muitos os rumores que o grupo interessado na compra da Voz do Entroncamento é a Dreamradios. Confrontado com tais rumores, Manuel Tavares garante desconhecer se assim é: ”A pessoa com quem falou identificou-se, mas como não a vi, não sei se era verdade”. A Dreamradios foi fundada em Junho de 2010 por Emídio Rangel, Jorge Schnitzer e Zélia Fernandes, grupo que para já adquiriu a Rádio Europa Lisboa – uma estação emissora sediada na capital portuguesa – até Janeiro último gerida pela Sociedade Franco Portuguesa de Comunicação.

O plano de Emídio Rangel passa pela criação de uma rádio informativa, semelhante à TSF – que fundou em 1988 – e que necessitará de adquirir diversos postos emissores no país para alargar a sua cobertura, actualmente cingida à região da grande Lisboa.  A Rádio Voz do Entroncamento surgiu no dia 11 de Novembro 1988, mas foi em 1989 que arrancou com as suas emissões regulares em 105.7 MHz. A sua cobertura cinge-se ao norte do Ribatejo e a sul de Leiria-Fátima.