A Família Mata, a nova aposta da SIC, estreia já esta próxima segunda-feira, dia 7 de Março, em horário nobre.

Num momento tão  difícil como o que o nosso país está a ultrapassar, em que as pessoas andam deprimidas e cabisbaixas, a nova série da SIC apresenta-se assumidamente como uma comédia,  expressando o  desejo desta estação em distrair o seu público: “Nós queremos que A Família Mata seja uma grande diversão para os telespectadores”, refere Nuno Santos.

A Família Mata, adaptação de uma série já exibida em Espanha, terá uma duração média de 30 minutos, sendo exibida de segunda a sexta-feira e numa primeira fase estará no ar durante quatro meses.

Com um elenco de luxo: “raro de conseguir reunir em televisão” na opinião do Director de Programas da SIC, esta série conta com nomes sonantes da representação como José Pedro Gomes, Rita Blanco, Maria João Abreu e Vítor Espadinha. A estes juntam-se também Maya Booth, Marco Horácio, Alda Gomes, André Nunes e Pedro Lacerda.

A série retrata a história de uma família, liderada por Artur (José Pedro Gomes), que com pouco dinheiro e perante os seus múltiplos problemas, recorrem aos mais variados esquemas de forma a conseguir desenrascar-se, o que conseguem sempre. Rita Blanco dá vida a Glória, mulher de Artur, e Maria João Abreu interpreta a ninfomaníaca e solteira “Mónica”, irmã de Glória. A Família Mata é assim uma espécie de incentivo aos seus telespectadores para que perante a actual situação de crise não desistam e mantenham sempre o espírito positivo.

Até ao momento, os actores estão bastante satisfeitos com a série, apesar da elevada carga de trabalho que têm tido, “está a saber-me muito bem fazer este trabalho” disse José Pedro Gomes, em declarações ao programa E-Especial. Marco Horácio está igualmente satisfeito dizendo que “trabalhar com actores de tão elevada qualidade e de comédia é algo  que se torna contagiante”.