A peça Um Violino no Telhado, de Filipe La Féria, está em cena no Teatro Politeama, em Lisboa, desde o dia 21 de Outubro de 2010 e estender-se-á até ao dia 13 de Março de 2011.

Tradição, tolerância, união e amor. São estas as palavras-chave que fazem com que este espectáculo, baseado num dos musicais com maior sucesso na Broadway e vencedor de todos os Tony Awards, em 1965, conquiste o coração dos portugueses. Quando adaptado para a Sétima Arte, em 1971, obteve nove nomeações da Academia para os Óscares, incluindo o de Melhor Filme.

Tendo a Revolução de Outubro na Rússia como pano de fundo, a peça de La Féria retrata a vida de um pobre leiteiro, Tevye (José Raposo), que partilha a educação das cinco filhas com Golde (Rita Ribeiro), a sua mulher. Com a ajuda constante do seu Deus, omnipresente e essencial nas tomadas de decisões, Tevye resolve as questões familiares com humildade e sensatez, tentando sempre analisar as duas faces dos problemas com base nos princípios da tradição e cultura judaica.

Mas as mudanças sociais e políticas sentidas nesta comunidade judaica estão bem expressas na Revolução Russa e na força suprema dos jovens, que pretendem comutar a tradição e procurar um futuro e, consequentemente, uma vida melhor. É, pois, imperativo mudar de rumo e quebrar barreiras.

Após o espectáculo, Gonçalo Simões, 20 anos, confessa ser «grande admirador e frequentador assíduo dos musicais» do encenador português e afirma que a peça «está muito bem feita e capta a atenção de quem a está a ver», referindo ainda que a visualização do filme não é fulcral para compreender a história.

Com uma mensagem forte, encenação e coreografia ao verdadeiro estilo de Filipe La Féria, o espectáculo pode ser visto de terça a sábado às 21h30, havendo também matinés aos sábados, domingos e feriados às 17h. O preço dos bilhetes varia entre os 10 e os 35 euros.