A Sony Pictures cancelou por completo a exibição do filme The Interview, avança a Variety. Não chega às salas de cinema, não será lançado em DVD ou Blu-Ray, não ficará online via serviços de streaming ou video-on-demand

O cancelamento total da produção, anunciada para estrear no próximo dia 25 de dezembro, acontece depois do grupo de hackers Guardians of Peace, alegadamente ligados ao regime norte-coreano, ter ameaçado “mostrar a qualquer momento e em todos os lugares onde The Interview seja exibido, incluindo na estreia, como o destino pode ser amargo para aqueles que procuram diversão através do terror”. As declarações em causa fizeram com que os grandes grupos detentores de salas de cinema nos Estados Unidos tivessem cancelado a exibição da fita, que consideraram prejudicar o desempenho dos restantes filmes, de âmbito mais familiar, a estrear no dia 25.

O filme cómico protagonizado por Seth Rogen e James Franco conta a história de dois jornalistas contratados para assassinar o ditador Kim Jong-Un e, ao que parece, demorará até ver a luz do dia. A Sony anunciou hoje, através de um porta-voz, que não tem quaisquer planos para a sua distribuição, abrindo portas a uma possível revenda dos direitos a outro distribuidor, o que possibilitaria uma redução dos prejuízos. The Interview custou 42 milhões de dólares.